segunda-feira, 5 de setembro de 2011

2 Carta ao meu querido João Daniel.

Carta ao meu querido João Daniel. 

Hoje te encontrei novamente. Você logo veio me abraçar, espontaneamente, feliz em me ver, sem cobrar o quão ausente tenho estado em sua vidinha, em seu crescimento. Sim, você me disse que ia brigar e tudo mais, mas ao me ver, foi exatamente o que sempre foi: Puro.
E abraçando você João, meus problemas tornam-se nada. O mundo em volta fica nublado e eu não quero mais estar em lugar nenhum do mundo, a não ser pertinho de ti.
Seu sorriso é minha alegria e esse seu olharzinho todo significativo, me guia. Essa voz, de quem mal chegou no mundo e tanto já viveu, de quem muito já perdeu e pouco tem a esconder, alivia minhas dores.
É, seu cabelinho voltou a crescer.. Já estão em sua cabecinha esses fios loirinhos sinalizando o quão menos agressiva é a manutenção da quimioterapia. Isso tambem alivia muito de minha angustia. Sei que você não reclama, mas que se sente melhor com cabelo crescido.
Você tem essa mania de viver num mundo só seu, de ser o herói que quiser, na hora em que quiser, e me leva junto nessa. E sinceramente? Quando você for um homem feito e ler isso aqui, saiba que, onde quer que eu esteja, esses, foram os melhores momentos da minha existencia. Porque, ser chamada de Bruna, Barbie ou qualquer um dos nomes que a gente inventa, dá mais coragem de enfrentar a vida.
Chego a acreditar que tenho mesmo o poder de congelar as angustias e atear fogo em todas as mágoas. Sabe aquele joguinho do Ben 10 que jogamos? É, tipo aquilo ali mesmo.
Você me ensina as coisas que eu não sei, e até as que eu sei, mas que esqueci. Algumas coisas que, só as crianças trazem com elas. E, a criança que existe dentro de mim, eu mandei ficar quietinha sentada num canto sem dar pitaco em nada. Mas você vive despertando ela. Vive me mostrando que, eu sou uma criança, e sempre serei. E que crianças sabem, o mundo tem jeito sim. Adultos é que vivem com medo de tudo. Criança enfrenta.
Você é tudo João. É vida, é amor, é pausa, lar, é refúgio.

Te Amo, Para Sempre.

Tia Jess.

2 comentários:

Braga disse...

Que lindo não tem como não AMAR o João, o pouco tempo que estive ao lado dele vi o quanto ele é importante para todos nós e uma criança especial, linda em todos sentidos, nunca conheci ninguem igual e tive esse privilégio de conhece-lo so tem uma palavra para definir o João..... AMOR

Ungida pelo Senhor disse...

linda a carta que vc escreveu pro João, tbm amo esse menino como amo as minhas meninas(filhas da vizinha)q tbm fazem eu voltar a ser criança, João Daniel, uma criança de 5 anos que nos dá tanto exemplo a ser seguido, um herói, meu xódozinho(se vcs permitirem, é claro) rsrs Deus abençoe vcs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...