24 Minha História

João bebe, ao lado esquerdo, seu irmão mais velho, Bruno.

Dez anos depois de dar a luz a meu segundo filho, sonhava em engravidar. Mãe de dois meninos, desejava uma menininha em casa, já tinha até nome: Sophia, que significa Sabedoria. 
Durante quatro meses seguidos, fiquei na ansiedade por descobrir o motivo do atraso de minha regra, os testes feitos não acusavam gravidez. Depois de inúmeros testes, foi confirmada a gravidez, ao que a médica me pediu um ultrassom. E para minha surpresa, o exame não mostrou um bebê, e sim um cisto. Passaram-me então alguns remédios, e eu não tomei porque no fundo sentia que havia algo errado. Troquei de médico, e ele me pediu novamente todos os exames, e confirmou: Era um bebê sim!
Fiquei radiante, finalmente eu teria uma menininha, acreditava eu. Os exames que se seguiram nunca mostraram o sexo do bebê, até seus sete meses. 
E daí veio a surpresa: Era mais um menino! 
Não fiquei triste, seria fácil, afinal, tendo dois meninos, eu tirava de letra a rotina deles. Sim, seria fácil, pensava. Sem saber o que estava por vir. 
Depois do ultra que confirmou o sexo do bebê, tive um grande susto: Um sinal de aborto espontâneo, sangramento que preocupou e angustiou a todos, e durou até o nascimento dele. 
Dia 23 de novembro de 2005, cheguei a Maternidade Carmela Dutra, no Rio de Janeiro, por volta das 8hs da manhã, e as 14:05 da tarde, de uma quarta feira quente, junto do sol, nasceu o João Daniel. Como numa premonição, eu chorava sem parar. Era uma criança perfeita, lindo, motivo de alegria, mas as lágrimas insistiam. Chorava por ele, por mim, e chorava também sem saber o porque. Era só uma prévia, choraria muito mais depois. Pesava 3.520kg e tinha 52 centímetros.
O nome João veio do meu avô materno, que faleceu durante a gravidez; sem chance de despedidas, resolvi homenageá-lo nomeando meu filho com seu nome. Seria então o João Davi, que significa presente de Deus, porém, bateu aquele ciume de avô no meu pai e ele também quis fazer parte, e foi aí que apareceu o nome Daniel, nome do meu avô paterno. 
E ficou assim, João Daniel, lindo, perfeito, sem sombra de qualquer problema.
Tranquilo, não chorava por nada, e recebeu assim pelas enfermeiras o apelido carinhoso de zen, diferente dos amiguinhos do berçário, que choravam sem parar. 
Com 20 dias em casa, voltei correndo para o hospital, por não entender como um bebê não chorava, era quieto, tranquilo, calminho. 
Mas os resultados dos exames foram ótimos, ele não tinha nada, era realmente tranquilo. 
Com seis meses de vida, tudo corria bem, e nossa família decidiu voltar para Maringá, Paraná.
A vida seguia normal, ele mamava no peito ainda, comia bem, era uma criança saudável.
Em sua festa de um aninho, foi tudo lindo, com tema dos palhacinhos, ele se divertiu bastante. 
Onze meses depois, começando a planejar sua segunda festinha, era fim de tarde quando o peguei na escolinha e levei normalmente para sua rotina, tomou banho, jantou e dormiu. Por volta de 3hs da manhã começou uma febre que insistia mesmo com os medicamentos devidos. Ao amanhecer, notei um caroço em seu pescoço, e fui a casa da minha mãe. Experiente, ela achou que era cachumba, doença bem comum na infância. Não me conformando muito com a idéia, procurei um hospital, onde foram pedidos alguns exames. Os resultados a médica disse que precisavam ser encaminhados para outro hospital, o H.U - Hospital Universitário de Maringá, lá foram feitos novos exames, e me falaram que ele tinha uma pequena anemia, por isso deveria tomar uma bolsa de sangue. Eu ainda não entendia bem a situação, e novos exames eram feitos a todo momento. Fui chamada pelos médicos, para receber deles um fardo para o qual não estava preparada. Sim, foi um choque. O maior de todos. E só quem já passou entende o que é ouvir.. 
"Seu filho pode estar com Leucemia, encaminharemos para o Hospital do Câncer." 
Chegando lá foi feito o Mielograma, e o resultado foi o temido: Positivo. 
Dali iniciou-se um choro que correu durante três dias. Me sentia a pior mãe do mundo, achava que a culpa era minha, porque trabalhava e o deixava na escolinha. Depois do choque, bateu a realidade. Não adiantava chorar e ficar parada esperando uma solução que não viria, teria que me mexer, fazer alguma coisa para ajudá-lo. Conversei com a médica, fui me informar mais sobre a doença e seu tratamento, e foi aí que começou nossa luta. 
Durante o mês que se seguiu, ele fez várias sessões de quimioterapia, houveram várias complicações, 
foram 6 cirurgias e muito sofrimento. 
Além do drama de ter um filho com câncer, veio também a minha separação.
Foi um período bastante difícil, voltei a morar com meus pais e tive de deixar o emprego para cuidar do João. Com o tempo, a quimioterapia deixou nossa vida mais tranquila, voltei a trabalhar e montei a casa novamente, sai da casa dos meus pais e fomos viver uma nova vida. 
Dois anos depois, mesmo fazendo todo o tratamento, o Mielograma feito acusou células cancerosas, o que significava que agora, nossa unica solução seria um transplante de medula óssea. E aí começou nossa busca por um doador de medula compatível. Dentro da família não foi encontrado nenhum compatível. 
João sempre sonhou em ser bombeiro, nessa época ele frequentava a escolinha ainda, e foi aí que recebeu uma grande surpresa. 
A escola promoveu um encontro com os bombeiros da cidade, que foram visitá-lo e convidaram pra passar um dia inteiro no quartel. Ele ficou super feliz, recebeu uniforme e tudo, e foi adotado como mascote do corpo de bombeiros. 
Em outubro de 2010, para chamar a atenção da população para a importância da doação de medula óssea, o corpo de bombeiros resolveu fazer um "resgate" do João, que estava internado para sessões de quimioterapia. Tirado pela janela pelo tenente Mafra, que na época já era um grande amigo do João, a iniciativa chamou a atenção da cidade toda, e foi assim que ele passou a ser conhecido em todo o estado como o "Bombeirinho de Maringá". 
Depois de conhecer o senador Álvaro Dias e receber seu apoio, apareceu então o primeiro possível doador de medula óssea compatível com o João. Infelizmente, nossa viagem a Curitiba foi decepcionante, pois o doador era apenas 40% compatível, e o mínimo para um transplante é de 80% de compatibilidade.
Desde então, nossa luta continua. Minha vida é focada em encontrar quem me ajudará a dar continuidade nesse sonho. Não trabalho fora, dedico meu tempo todo a ele, e assim seguimos. 
Conheci muitos amigos nesse caminho pela vida, e essa luta se tornou uma grande Corrente do Bem. 
Contamos com tantos quanto puderem ajudar, seja doador de medula óssea, doe vida a quem precisa. 
Festinha de um ano
Tratamentos, quimioterapia e perda dos cabelos.
O resgate no HC



E foi  no dia  no dia 24 de outubro de 2012, as 17:15,hs de uma linda quarta feira fim de tarde eu chorava muito mais só que agora de uma alegria que tomava conta do meu peito filho a emoção de
pega na bolsa de medula que estava ali para da vida a ele parecia mais do que um sonho foi a melhor coisa que eu vivi en toda minha vida ver que cada gota que pingava ali era uma gota de vida   estou ate hoje com esta cena dentro de mim saber que desde 1 ano e 11 més vc filho luta contra as gotas de veneno da quimioterapia  e agora   esta perto do fim de todos o seu sofrimento mamãe te prometeu que eu lutaria muito para salva a sua vida filho e sinto que consegui.
 E sou eternamente grata a um anjo que Deus nós enviou esta ANJA DOADORA  do joão pena que não podemos saber a sua inidentidade. mais oro por vc anja que veio na missão de salva a vida do meu filho, e de salva a minha família.E agradeço também a todos os meus amigos diretos e os indiretos não tenho como fala nomes pois são muitos e não quero ser injusta com nem um amigo.
 sou grata por Deus me amar por me da a chance de cumpri a minha missão de amar e proteger os meus filhos.
agradeço o voluntario que busco a vida do meu filho no estados unidos,mesmo sem saber para que ele buscaria ele faz todas as busca  com muito amor ele também e um anjo Aki na terra para ajuda a salva vidas.
Hoje é o D +8 pós transplante do João e ele esta super bem  esta nas mãos de Deus.
e Vencendo todos os obstáculos .Filho vc e a obra prima do senhor e quero testemunha a onde formos a maravilha que o senhor nós  fez o grande milagre que e a sua vida.e por gratidão a Deus pelo milagre na vida do meu filho.
Eu vou continuar a fazer campanhas para ajudas todas as crianças e mães que vive o mesmo sofrimento que eu vivi.

A Campanha JOÃO BOMBEIRINHO de Doação de Medula Óssea.
Estamos fazendo  o plano de ação, buscamos parceiros, produzimos material. Nas campanhas que fizemos   tivemos problemas com criticas, ofensas e movimentos contrários as nossas ações, superamos todas, e estamos atingindo nosso objetivo de aumentar o número de doadores de medula óssea. O nosso garoto propaganda que foi o inspirador para a idealização desta campanha, o João Daniel encontrou seu doador, Obrigado Deus, agora continuaremos com a campanha para que outras Crianças encontrem também seus doadores.

Peço a Deus que muitas outras Crianças e Mães superem este drama!!!

24 comentários:

ANA PAULA DL disse...

Sei o q é esperar 3 dias pelo resultado do mielograma,exame dolorido demais.Minha mãe chorou 3 dias seguidos,me mantive forte e na fé.O resultado foi anemia megaloblastica q pode vir a virar essa coisa a qualquer momento.Só chorei 2 dias após o resultado,por vaidade cabelo caiu bastante,mas sempre com fé.São 9 anos tratando fugindo disso.João vencerá.Fé.♥

Silvia Netto disse...

Me emocionei novamente... mas creio e Deus Pai Todo Poderoso e sei que Ele vai realizar um milagre!
Abraço fraterno aos meus amados Joãozinho e Ana que amo demais!

Anônimo disse...

linda história!
tenho certeza que Deus está preparando o melhor para vocês!

adorei a iniciativa de compartilhamento de toda a sua história.. vemos sempre histórias que nos entristecem, mais saber que existem histórias de muita garra e determinação, nos fortalece!

que Deus abençõe sempre vocês..

e vamos todos juntos a procura de doadores de médula óssea :D


by: @jeecaastroo

Gianna disse...

Me emociono muito com a história de João... moro no paraná/capital, só tenho 12 anos e por isso não posso doar... mas a FÉ continua, e ORO por ele todos os dias... tenho certeza que vencerá e será um ótimo bombeiro, para salvar as vidas. mas antes é preciso que alguém O salve. Beijos e muita força.

Fabiana disse...

peço a Deus que vc consiga um doador a esse anjo,meu esposo teve cancer de estomago ha 1 ano e graças a deus ele tá curado,sei o tanto que vc sofre, sei que nao é facil, mas Deus está no controle,fiquem com Deus e rezo por vcs...........

Thais disse...

Guerreiro Vencedor ..
Bom , tenho 17 anos e a 7 anos atrás enfrentei uma Leucemia tbm , e graças a Deus hoje estou curada .. assim como o João também estará . me emocionei muito ao ver esse blog , confesso tbm que ele me ensinou muito desde quando vi esse rostinho tão lindo .. com certeza Deus está cuidando dele , e vai Vencer SIM !!! É mais que um vencedor ! =)

Casmaco L disse...

O João é uma criança linda e cheia de vida. O senhor é nosso pastor, e ele sabe o quanto essa situação traz sofrimento para o menino e para toda a familia. E por isso mesmo ele tem o poder de curar o nosso bombeirinho logo, e eu creio muito nisso. Nosso senhor não nos da uma cruz mais pesada do que a que podemos carregar. Mãe e familiares, tenham fé. DEUS proverá!!! Um abraço fraterno a todos. FORÇA!

Anônimo disse...

segura na mao de deus!tenha fé, serás curado em nome do altíssimo!

Anônimo disse...

"os meus pensamentos nao sao os pensamentos de voces, nem seus caminhos sao os meus caminhos... assim como os céus sao mais altos do que a terra, tambem os meus caminhos sao mais altos q os seus camihos, e os mus pensamentos, mais altos q os seus pensamentos'(isaías, 55:8,9)
deus tem um plao pra vc pequeno bomberinho! vc vai crescer e se tornar um homem lindo e feliz.renata aracati, ce

Anônimo disse...

"ola sou amiga da cih conheco a historia do joao ,emocionante... ñ sei com que idade q pode doar e cm saber se è ou nao compativel ...aguardo respostas sou de (SANTA MARIA RS)DEUS È FIEL

dAY disse...

O JOÃO É UM ANJO DE DEUS E ELE COM CERTEZA VAI CONSEGUIR A MEDULA ÓSSEA SE DEUS QUISER, E ELE QUER!!! BJS ANA

Anônimo disse...

Muita força, fé e luz pra essa mamãe e toda a família... Acreditando sempre que a saúde de João será reestabelecida... O doador está a caminho!!! Um beijo Ana, mta força e fé.. vcs vão vencer essa luta!!!

Anônimo disse...

Olá me chamo suzy moro em campo mourão pr e gostaria de saber como faço pra fazer o teste pra saber se sou compativel e assim poder ajudar o joao??
Onde devo ir ? Se pode ser feito daqui da minha cidade mesmo? Enfim..
Me mande por e-mail suzineia.rodriguez@yahoo.com.br beijinhos!

Anônimo disse...

Eu fico pensando como este pai teve coragem de abandonar esta coisinha tão linda.Falta de Deus.

Vanessa Pucci disse...

João, vc é um guerreiro, exemplo de força e fé, to apaixonada por vc, esse rostinho lindo, sorriso angelical.
Anjo, desde q te vi, peço ao Papai do Céu todas as noites por vc, e creio q ele vai fazer um milagre em sua vida bb.
Nunca pensei em ser doadora, vc me fez sentir essa vontade incontrolável de ajudar, estou correndo pra saber aqui por perto de onde moro onde posso me inscrever, quem sabe não posso te ajudar né..
Bjinhos, fica c Deus anjinho lindo!!!

Ricardo Pereira disse...

A história de seu filho me deixou muito emocionado. Tomara Deus que vc encontre brevemente um doador compatível. Que Jesus lhes proteja e os abençoe nesta luta. Um forte abraço.

Lucivânia Tomé disse...

Olha Ana, eu gostei muito da Historia de seu filho João Daniel, vou posta um pouco sobre essa Historia muito emocionate, em meu Blog e Vou Divulgar a Sua Campanha. Quero lhe dizer que DEUS está vendo tudo isso que está acontecendo com vocês, DEUS ELE VAI CURA O SEU FILHO POIS ELE TEM UM GRANDE PLANO NA VIDA DO PEDRINHO,CONTINUE COM FÉ POIS A FÉ MOVE MONTANHAS.POIS CONTINUE FIRME NESSA BATALHA. TEM UMA MUSICA QUE PEÇO QUE VC ESCULTE. POIS É LINDA VOU TE MANDA A LETRA. Temos que Ora por esse garotinho muito Lindo e Guerreiro que é o João Daniel.


Lucivânia Tomé disse...

Além da Medicina
Gerson Rufino

A dor, de procurar e não achar uma saída
É tão sofrido ver alguém perder a vida
O desespero toma conta do coração
A dor de se clamar a petição não respondida
De esperar e ver a vida destruída
E concluir que não existe mais o que fazer

Mas ele vem aí, e vem pra decidir
Se o teu caso está perdido, Ele faz o impossível
Pois Ele tem poder, Ele te faz vencer
Sim, Ele é o teu amigo, o seu nome é Jesus Cristo

Sim, foi ele quem apareceu depois de quatro dias que
Lázaro morreu
Naquela tumba fria, já não existia uma esperança, uma
solução
Sim foi Ele, mesmo quem falou, que Ele é a vida e a
ressurreição
Quando Ele disse: Lázaro, sai para fora!, Ele
surpreendeu aquela multidão

Ele vai além da medicina
Quando Ele estende a sua mão
Quando não se tem saída, quando já se perde a
vida
Ele ainda tem a solução (Jesus, Jesus)

Ele ainda tem a solução (Jesus, Jesus)
Ele ainda tem a solução.

Confia no SENHOR DEUS TODO PODEROSOS QUE ELE TUDO FARÁ. BEIJOS QUE DEUS ILUMINE TODA A SUA FAMILIA...

Luiz Alcantara disse...

Ola Ana

Sou o Luiz e sou bombeiro aqui da capital conheci historia do João por uma noticia no jornal e me orgulhei muito do que meus irmãos de farda fizeram por ele em Maringá. Minha namorada também passou por um grande desafio que foi a leucemia e graças ao nosso Bom Deus ela esta bem e já fazem mais de cinco anos dessa grande vitoria e assim pelo o mesmo que fizeram por ela quero estar sempre disposto a ajudar aqueles que mais precisam, afinal este foi o maior valor que recebi como bombeiro.

Bela Mateus disse...

Esta vai com certeza ser uma historia com final feliz!!
Beijo Joao e Mae..

Anônimo disse...

Deus ai te ajudar em tudo o q precisais!

Jakeline Mendes disse...

emocionante a historia do pequeno joão. antes eu tinha medo desse transplante, mas depois que conheci a luta do pedrinho(pedro ribeiro) e a do joão bombeirinho minha mente ficou mais aberta. ja tentei 2 vezes me cadastrar mas ainda nao consegui. na minha cidade nao tem posto de coleta so na capital, mas dificilmente vou la pq minha mamy tem dificuldades apos uma cirurgia pra retirada de um tumor no cerebro e nao pode ficar so. ai quando vou eh fim de ano e la me informam que nao pode mais porque ja ultrapassou o limite de cadastro imposto pelo governo. volto chateada. mas no proximo mes minha mae vai para acompanhamento medico e aproveito para fazer meu cadastro.



voces sao vencedores, verdadeiros guerreiros de Deus

Alice disse...

João , tudo que acontece na vida da gente tem um propósito . Deus te pôs pra enfrentar essa luta pra mostrar que você é forte e capaz , você vaai sair dessa muito bem porque você tem uma família linda que te ama muito . Você é um guerreiro , Soou muito sua fã .. Parabéns BOMBEIRINHO campeão .. Sóo ter fé , fé é a base de de tudoo.. Deus é fiel .. Campeão , vencedor .. Essa fé que te faz imbatível te mostra o teu valor .. Felicidades pra você e sua família ..

Anônimo disse...

João , tudo que acontece na vida da gente tem um propósito . Deus te pôs pra enfrentar essa luta pra mostrar que você é forte e capaz , você vaai sair dessa muito bem porque você tem uma família linda que te ama muito . Você é um guerreiro , Soou muito sua fã .. Parabéns BOMBEIRINHO campeão .. Sóo ter fé , fé é a base de de tudoo.. Deus é fiel .. Campeão , vencedor .. Essa fé que te faz imbatível te mostra o teu valor .. Felicidades pra você e sua família ..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...